EUA e China vão investir US $ 62,5 milhões em projeto de sorgo sacarino na Àfrica do Sul

Investidores de empresas americanas e chinesas anunciaram a construção de uma planta de sorgo sacarino de US$ 62,5 milhões no província de Limpopo, na África do Sul. O projeto, que engloba a produção de açúcar e etanol, abrange tanto a terra para o cultivo do sorgo quanto a planta industrial.

Bio-Processing Innovation dos Estados Unidos e Beijing Singling Technology Centre da China, anunciaram nesta terça-feira que haviam descoberto um mercado para o sorgo doce e produtos relacionados na Ásia, por isso decidiram investir.

A província de Limpopo é responsável por cerca de 14% da produção de sorgo do país. A transferência de tecnologia para os agricultores, a fim de aumentar o cultivo de sorgo sacarino é vista como uma das principais prioridades do governo.

X