EUA adiam decisão sobre aumento da mistura de etanol à gasolina

A agência americana de proteção ambiental (EPA, na sigla em inglês) adiou para o próximo ano a decisão sobre o uso de uma mistura de até 15% de etanol na gasolina usada em carros antigos, fabricados entre 2001 e 2006. Os testes de combustível com maior nível de etanol foram adiados e, agora, só deverão ser concluídos até o fim de dezembro, informou o órgão, após ser notificado pelo Departamento de Energia que os testes estão incompletos.

Apenas após uma revisão dos testes a agência vai decidir se dará o aval para o aumento de 10% para 15% na mistura de etanol no combustível desses carros. A expectativa era que uma posição fosse tomada já neste mês. A autoridade já permitiu o uso do combustível com 15% de etanol – o chamado E15 – em veículos produzidos a partir de 2007. O atraso na resolução para carros mais antigos s e deu por conta de uma falha nos testes do Departamento de Energia, segundo comentou Tom Buis, presidente da Growth Energy, a associação que defende os interesses dos produtores de etanol americanos. Ele afirmou que o problema está nos testes e não no combustível. “Fomos informados pela EPA que a decisão foi adiada por conta da necessidade de voltar a testar um carro específico que não teve a manutenção apropriada.Esse carro falhou com todos os combustíveis, inclusive sem a mistura de etanol.” (Eduardo Laguna | Valor, com agências internacionais)

X