ETH Bioenergia recebe R$ 1,15 bilhão do BNDES

A ETH Bioenergia, controlada pelo grupo Odebrecht, recebeu aprovação de financiamento de R$ 1,15 bilhão do Banco Nacional de Investimento Econômico e Social (BNDES). Os recursos serão destinados para a implantação de três novas unidades de produção do grupo: as usinas Santa Luzia I (MS), Conquista do Pontal (SP) e Rio Claro (GO), com produção prevista para meados de 2009.

Segundo Eduardo Pereira de Carvalho, diretor do grupo, os investimentos totais para a construção dessas três usinas somam cerca de R$ 1,9 bilhão. O crédito aprovado pelo banco prevê aportes de R$ 24 milhões para projetos socioambientais.

Essas três unidades terão capacidade final de moagem de 15 milhões de toneladas de cana por safra, produção anual de 1,1 bilhão de litros de etanol, 500 mil toneladas de açúcar e capacidade instalada para gerar 360 megawatts de energia elétrica. Com esse investimento, a ETH Bioenergia vai gerar aproximadamente 5 mil empregos diretos.

Segundo o BNDES, esses recursos deverão ser liberados para o grupo durante este mês ou início de janeiro.

Na quinta-feira, o BNDES também anunciou aprovação para outros dois projetos de usinas, que soma R$ 634 milhões. Esses projetos serão destinados à IACO Agrícola, dos grupos Grendene, Irmãos Schmidt e do empresário André Esteves, para a construção de uma usina em Mato Grosso do Sul e para a Usina São Fernando, controlada pelos Grupos Bertin e Bumlai, para implantação de outras duas unidades também em Mato Grosso do Sul.

X