Etanol registra alta no Estado

Os preços do etanol hidratado nos postos brasileiros caíram em seis estados, ficaram estáveis no Amazonas e subiram em outros 19 e no Distrito Federal, de acordo com dados coletados pela Agência Nacional de Petróleo Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), na semana encerrada em 26 de janeiro. No período de um mês, os preços do etanol recuaram em sete Estados e subiram em 19 estados e no Distrito Federal.

No Ceará, conforme o levantamento, houve encarecimento de R$ 0,02 no preço médio do etanol, que passou de R$ 2,22 para R$ 2,24 na última semana.

São Paulo

Em São Paulo, principal Estado consumidor, as cotações subiram 0,49% na semana (R$ 1,830 o litro). No período de um mês, as cotações do etanol também registram alta de 0,49% nos postos paulistas. A maior alta semanal foi verificada no Maranhão, de 2,08%. A maior queda na semana foi registrada em Mato Grosso (1,26%). No mês, os preços subiram mais em Goiás (4,27%) e caíram mais no Amapá (1,83%).

No Brasil, o preço mínimo registrado para o etanol foi de R$ 1,489 o litro, no Estado de São Paulo. O preço máximo foi de R$ 3,12 por litro registrado no Acre. Na média, o menor preço foi R$ 1,83 o litro, registrado em São Paulo. O maior preço médio foi registrado em Roraima, a R$ 2,561 o litro.

O hidratado tem apresentado reduções no consumo nos últimos anos, por conta dos preços, que estão menos vantajosos do que os da gasolina. Possivelmente em abril, o percentual de etanol na fórmula da gasolina passará de 20% para 25%. O aumento deverá ocorrer após o fim da safra da cana-de-açúcar, que ocorre em março. Assim, as usinas brasileiras terão oferta de etanol a partir de abril.

X