Etanol hidratado sobe pela 3a semana consecutiva em SP por demanda–Cepea

Os preços do etanol hidratado subiram pela terceira semana seguida no mercado paulista, com uma demanda mais forte das distribuidoras impulsionando as cotações nas usinas, avaliou o Cepea nesta segunda-feira.

Segundo agentes de distribuidoras consultados pelo Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), o atual patamar de preços do hidratado está favorável para efetivações de novas compras.

O Cepea avalia que as cotações atuais estão historicamente baixas para esta época do ano. “Considerando-se a média de preços dos últimos 13 anos e estimando o padrão sazonal desses valores, observa-se que o mês de junho registra os menores patamares.”

Dados do centro apontam que o volume de etanol hidratado negociado na última semana no mercado paulista aumentou 33,2 por cento em relação à semana anterior.

Em relação à oferta, depois das chuvas no final de maio no Estado de São Paulo, as usinas puderam retomar as atividades no início de junho. O volume ofertado no período, no entanto, não foi suficiente para evitar novas altas nos preços, principalmente diante de um aumento da procura, acrescentou o Cepea.

O indicador semanal Cepea/Esalq do etanol hidratado (usado no flex) para o Estado de São Paulo subiu 2,01 por cento frente à semana anterior, a 1,1141 real/litro (sem impostos, na usina). No caso do anidro (misturado à gasolina), o indicador fechou a 1,3094 real/litro, aumento de 1,3 por cento.

X