Especialistas avaliam mercado de energia e uso de fontes renováveis

O crescimento do setor energético do País foi tema de um seminário realizado na segunda-feira, 13 de março, em Catanduva, SP. O evento reuniu empresários do setor sucroalcooleiro da região que conheceram a proposta de especialistas no mercado de energia elétrica. Promovido pela Associação dos Produtores de Álcool, Açúcar e Aguardente da Região de Catanduva (APAC), o seminário contou com a participação do vice-presidente executivo da Cogen- SP (Associação Paulista de Cogeração de Energia), Carlos Roberto Silvestrin; do diretor de comercialização de energia da Electra Energy, Fabiano Alves e do assessor da presidência da União da Agroindústria Canavieira de São Paulo (Unica) para assuntos de bioeletricidade, Onório Kitayama.

De acordo com Silvestrin, já existe por parte do governo, incentivos para expandir a produção de energia a partir de fontes renováveis. Ele ressaltou que as novas políticas estabelecidas pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Social (BNDES) incentivam a expansão da produção de energia a partir de fontes renováveis. “Na prática isso significa que as usinas terão financiamentos específicos para instalarem caldeiras de alta pressão, o que possibilita maior cogeração de energia. Estes financiamentos não comprometeriam o contrato de venda de energia”, informou.

Para o presidente da APAC, Luciano Sanches Fernandes, esta é uma tendência. “Na região, as usinas Cerradinho, Mendonça e Ruette estão com projetos para participar do leilão de energia”, disse. Segundo ele, este é um alto investimento que torna-se compensador a longo prazo.

X