Equipav define seus possíveis compradores

Os acionistas do grupo Equipav, com duas usinas em São Paulo, devem começar a escolher hoje os possíveis compradores dos ativos do grupo.

O grupo deu prazo até o dia 13 de novembro para receber as propostas dos possíveis compradores.

A Equipav tem duas usinas de açúcar e álcool.

Há grupos multinacionais, como Bunge, Shree Renuka, Noble, VREC e Rhodia, e nacionais como Cosan, São Martinho e GP, como possíveis interessados.

A companhia se alavancou para tocar seus projetos e agora procura um sócio estratégico para continuar sua expansão.

X