Energia tirada da cana

Produtores, agentes financeiros e demais executivos do setor de agroenergia do Brasil e do exterior estarão reunidos em São Paulo, nos dias 11 e 12 de novembro, para discutir a estruturação de um terceiro fluxo de receitas para as usinas de cana-de-açúcar a partir da cogeração.

Com a alta dos preços do petróleo, a ascensão do consumo de eletricidade e a pressão para que sejam descobertas formas de energia mais limpas, produzir eletricidade a partir do bagaço de cana cria uma perspectiva de lucros cada vez maiores para as usinas.

Como maior produtor de açúcar do mundo, o Brasil ocupa a posição ideal para aproveitar esta tecnologia.

Durante a conferência Cogeneration Brazil, o presidente da União da Indústria de Cana-de-Açúcar, Marcos Sawaya Jank, analisará as tendências da produção de açúcar e a capacidade de gerar energia elétrica a partir do bagaço.

X