Encontro discute programas locais

EUDES salienta elaboração de documento sobre tema O segundo dia de realização do Seminário Biodiesel: Fontes de Energia das Oleaginosas em Pernambuco, que está acontecendo desde o último domingo e segue até hoje no Salão Manuel Bandeira, no Mar Hotel, em Boa Viagem, abordou discussões relacionadas às políticas ministeriais de apoio aos programas estaduais, na área de biodiesel, e a consolidação dos programas de biodiesel em relação à matéria-prima, tecnologia e uso do combustível. Durante o dia de ontem, o encontro recebeu representantes dos ministérios da Casa Civil, José Honório Accarini, e da Ciência e Tecnologia, Fernando Jucá.

“Na ocasião, foram colocadas as atribuições do Ministério da Ciência e Tecnologia e os trabalhos que podem ser desenvolvidos sobre a produção do biocombustível a partir das oleaginosas”, explicou o presidente da Academia Pernambucana de Ciência Agronômica (APCA), Eudes Souza Leão Pinto. Ele disse, ainda, que ao fim do seminário será elaborado um documento para ser entregue nas esferas federal, estadual e municipal, com o objetivo de melhorar o aproveitamento das oleaginosas para ter um biocombustível de maior qualidade a preços mais acessíveis.

“Com a realização do seminário, o objetivo é esclarecer e mostrar a importância de desenvolver políticas públicas de produção energética e de ampliação do plantio de oleaginosas, como a cana-de-açúcar, algodão, soja, girassol, dendê e outros. A partir daí poderemos gerar um combustível muito mais viável e de qualidade”, enfatizou Souza Leão. Hoje, a partir das 8h30, o evento tratará sobre a integração institucional no Programa Nacional de Biodiesel com foco em Pernambuco.

X