“El Niño devastou a safra de cana no Nordeste”, desabafa diretor do Sindaçúcar

O presidente do Sindaçúcar-PE – Sindicato da Indústria do Açúcar e do Álcool no Estado de Pernambuco, Renato Cunha, fez um desabafo em 25 de fevereiro último: “O fenômeno El Niño devastou a safra 2015/16 das usinas da região Nordeste do País”, declarou. Confira nesta entrevista os motivos da quebra da 2015/16 e a projeção da safra 2016/17 em Pernambuco, um dos principais estados produtores de cana-de- açúcar do Nordeste brasileiro.

JornalCana – Qual a previsão de moagem de cana-de-açúcar da safra 2015/16 na região Nordeste do país?

Renato Cunha – 49 milhões de toneladas de cana. É um montante 12 milhões de toneladas abaixo das previstas 61 milhões de toneladas projetadas para a safra.

O fenômeno El Niño é o grande responsável pela quebra, por ter provocado forte estiagem?

A agenda canavieira da região Nordeste se deparou com aspectos climáticos negativos, oriundos do El Niño, mas também com a descapitalização do setor nos últimos cinco anos. Essa descapitalização fez com que houvesse diminuição nos investimentos em adubação dos canaviais, o que comprometeu e influenciou na redução da safra. Foi uma redução sem precedentes na história do setor sucroenergético do Nordeste.

Leia entrevista completa clicando aqui.

X