Edison adia venda da Béghin-Say

A italiana Edison está adiando a venda de 54% de participação na companhia francesa de açúcar Béghin-Say. Segundo a fabricante de energia, o período de negociação exclusiva será prolongado até 2 de agosto, para dar ao provável comprador mais tempo para levantar dinheiro. A negociação envolve € 500 milhões. A francesa Union SDA conseguiu exclusividade no negócio e fechou um acordo de confidencialidade para analisar a contabilidade da Béghin-Say. No início, a Sudzucker, atual líder mundial de açúcar, também estava no páreo. O grupo brasileiro Cosan, que é parceiro da Union SDA, no Brasil, também participará da compra. (Gazeta Mercantil)

X