Dona de usinas, inglesa BP tem sinal verde para captação

bpA BP Biocombustíveis, braço sucroenergético da petroleira inglesa BP, e que controla três usinas de cana-de-açúcar no Brasil, acaba de obter licença de instalação da Secretaria do Meio Ambiente, Recursos Hídricos, Infraestrutura, Cidades e Assuntos Metropolitanos do Estado de Goiás (Secima).

Trata-se da licença de instalação 605/2016 para o sistema de captação de água localizado na Rodovia GO-410, km 51, Fazenda Canadá, no município de Edéia (GO), onde a BP opera uma de suas unidades sucroenergéticas.

Conforme a companhia de origem inglesa, o empreendimento não se enquadra na Resolução Conama 001/86.

Aumento de capital

Recentemente, a BP oficializou aumento de capital na operação brasileira.

O capital social da companhia sucroenergética foi aumentado em R$ 128 milhões, mediante a emissão de 596.736.597 novas ações ordinárias, nominativas e sem valor nominal, pelo preço de emissão de R$ 0,2145 por ação.

Leia mais: Companhia inglesa investe em Goiás

Sendo assim, o capital social será modificado de 16.346.311.156 ações ordinárias, nominativas e sem valor nominal, para 16.943.047.753 ações ordinárias, nominativas e sem valor nominal.

Com o aumento, o capital social da BP Biocombustíveis foi de R$ 4.564 bilhões para R$ 4,7 bilhões.

Leia mais: O que a BP fará com suas usinas de cana?

Saiba mais sobre a BP Biocombustíveis:

A BP começou a produzir biocombustíveis no Brasil em 2008, quando se tornou sócia da Tropical Bioenergia, situada em Edéia (GO). Hoje, possui participação integral de três usinas de produção de etanol, duas em Goiás e uma em Minas Gerais.

X