Dona de usina, trading suíça investe também em termelétrica

O bagaço é fonte para gerar eletricidade nas usinas (Foto: Unica/Divulgação)
O bagaço é fonte para gerar eletricidade nas usinas (Foto: Unica/Divulgação)

A trading suíça Glencore, controladora da companhia sucroenergética Glencane Bioenergia S.A., investe em termelétrica movida a biomassa de cana-de-açúcar.

Dona da Usina Rio Vermelho, localizada em Junqueirópolis (SP), a Glencane prepara-se agora para explorar a Usina Termelétrica UTE Rio Vermelho 3. A autorização para exploração da UTE acaba de ser oficializada pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

Segundo a resolução da Aneel, assinada pelo diretor-geral Romeu Donizete Rufino, a Glencane Bioenergia S. A. está autorizada a implantar e explorar a UTE Rio Vermelho 3.

A UTE funcionará sob o regime de Produção Independente de Energia Elétrica (PIE), com unidade geradora de 20 megawatts (MW), utilizando o bagaço de cana como combustível principal.

Leia também: Safra em usina da Odebrecht dura menos de 5 meses

A Aneel também autoriza a companhia sucroenergética a explorar o sistema de transmissão de interesse restrito da central geradora, constituído de uma subestação elevatória de 13,8/138 KV, com transformador de 25/20 MVA, e pretende se conectar ao SIN, no ponto de conexão do seccionamento de um dos circuitos da LT 138 kV Dracena-Flórida Paulista, sob responsabilidade da Companhia de Transmissão de Energia Elétrica Paulista (CTEEP ), através da construção de Subestação Seccionadora Barra Dupla e linha existente de transmissão 138 kV.

A operação comercial da UTE deve ocorrer em um prazo de três anos a partir de 08/08/2016, segundo a Aneel. Já a outorga é para um período de 35 anos.

Desconto em tarifas

A agência reguladora também estabeleceu em 50% o percentual de redução a ser aplicado às Tarifas de Uso dos Sistemas Elétricos de Transmissão e de Distribuição – TUST e TUSD, incidindo tanto na produção quanto no consumo da energia comercializada pela UTE Rio Vermelho 3 enquanto a potência injetada nos sistemas de transmissão ou distribuição for menor ou igual a 30 MW.

 

 

X