Destilaria vende cana bisada com produtividade acima de 150 ton/ha

A TGM Destilaria (ex-Garota) encerrou sua quarta safra a frente do Grupo, com uma moagem de 408 mil toneladas e uma produção de 31 milhões de litros, exclusiva de hidratado. Mas o que chamou atenção na safra passada foi a produtividade da cana bisada que sobrou do ano anterior na Destilaria. O volume bisado chegou a 180 mil toneladas, das 222 mil toneladas vendidas para duas unidades da região, a Rio Pardo e Furlan.

A produtividade dessa cana por ser grande parte de primeiro corte, ficou acima de 150 toneladas por ha, chegando a 190 toneladas/ha. “Não tivemos nenhum cuidado especial com ela, somente os tratos tradicionais”, diz José Paschoal, diretor geral da Destilaria.

Em 2011, a unidade pretende moer 450 mil toneladas e 36 milhões de litros. A antiga destilaria de aguardente, passou para as mãos da TGM em 2006, mas a idéia foi abandonar a produção de cachaça por ser um mercado específico e mais complexo comercialmente, segundo Paschoal.

Segundo ele, a safra encerrou no dia 15 de dezembro, mas que a região de Cerqueira Cezar (SP), localizada próxima ao Paraná, não sofreu muito os efeitos da estiagem. “Nossa produtividade esteve em média de 100 toneladas por ha em 2010 e em 2009, de 114 toneladas por ha. Essa queda é resultante do número de cortes”, diz Paschoal.

Em 2009, a unidade moeu 310 mil toneladas e produziu 20 milhões de litros.

X