Destilaria do Nordeste é destaque na área de recepção e análise da matéria prima

A destilaria Miriri, de Santa Rita (PB) tem todo o processo de recepção e análise da cana automatizado. O sistema funciona através de leitura do código de barras, que inicia-se na pesagem, recepção até análise tecnológica realizada no laboratório, o que dificulta fraudes ou manipulação de dados.

A destilaria identificou 8 mil ha propícios para o sistema Fiosien para a pecuária.

De acordo com Gilvan Celso Cavalcanti de Morais Sobrinho, diretor superintendente, já implantaram o sistema em 700 ha, cujo manejo garante ao animal ganho de peso de 600g/dia, exclusivamente da alimentação com o pasto. Ainda na área agrícola, a destilaria tem um sistema de análise pedológica do solo para identificar áreas adequadas para determinadas culturas, com destaque para a cana e pecuária.

A Miriri possui ainda 2 mil ha de irrigação plena com pivot rebocável e 4 mil ha por aspersão. Na área de recursos humanos existe treinamento e profissionalização dos colaboradores. A empresa tem um processo de fermentação contínua na área industrial e 97% de eficiência na extração do caldo.

X