Déficit sustenta preços do açúcar, diz Rabobank

Os preços do açúcar tiveram elevação de 30% desde meados de abril. Essa aceleração tem fundamento, na avaliação do Rabobank, banco especializado em agronegócio.

O déficit mundial de açúcar deverá ser de 8,5 milhões de toneladas na safra 2015/16 —outubro de 2015 a setembro de 2016.

Na safra seguinte, a de 2016/17, a demanda mundial também será menor do que a oferta em 5,5 milhões de toneladas, segurando os preços.

Claro que essas estimativas ainda são preliminares. Mas, se o Rabobank, que prevê produção mundial de 181 milhões de toneladas em 2016/17, elevar a safra em 3%, o déficit praticamente sumiria.

Porém, se o banco, em novas revisões de safra, reduzir a produção em 3%, o déficit poderia dobrar.

(Fonte: Folha de S. Paulo)

X