Criação do consórcio de agroenergia conta com o apoio da OCB

A Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB) apóia o consórcio de agroenergia que está sendo criado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). Esta entidade, que contará com a participação de representantes de órgãos públicos e privados, terá a finalidade de impulsionar o desenvolvimento da agroenergia no País.

Segundo o presidente do Sistema OCB, Márcio Lopes de Freitas, muitas cooperativas estão aptas à transformação e negociação necessárias ao atendimento das novas demandas de agroenergia. Ele destacou que há cooperativas voltadas para a pesquisa e desenvolvimento tecnológico, de trabalho, de infra-estrutura, inclusive geradoras de energia elétrica, e as que atuam na área de logística. “A OCB poderá participar, a partir de cada ramo de aptidão das cooperativas, para compor esse novo mecanismo de interação público-privado”, afirmou Márcio de Freitas.

A criação do consórcio de agroenergia será anunciada amanhã, 26 de abril, durante as comemorações dos 33 anos da Embrapa. O evento contará com a presença do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. A nova entidade terá a função de coordenar iniciativas e recursos para o desenvolvimento da pesquisa e formulação de alternativas energéticas como o etanol e o biodiesel.

X