Cosan investe R$ 368 milhões na ampliação de Gasa

Com investimentos de R$ 368 milhões, o Grupo Cosan iniciou na sexta-feira (3) as obras de ampliação da usina termelétrica Gasa, em Andradina, a 630 quilômetros de são Paulo. A capacidade de cogeração, estimada em 44 MW para esta safra, saltará para 78 MW em 2010.

A usina, que deverá moer 2,7 milhões de tonaladas de cana este ano, passará a processar 3,8 milhões de toneladas em 2010. Neste mesmo período, a produção de etanol deverá saltar de 200,7 milhões para 292,6 milhões de litros. A produção diária de açúcar será mantida em 8 mil sacos.

Atualmente, o Grupo conta com uma capacidade de cogeração instalada de 293 MW. Até 2010, as nove usinas com contratos de venda de energia estabelecidos nos leilões de energia ou contratos bilaterais com empresas distribuidoras deverão gerar 748 MW.

A cogeração de energia no Grupo Cosan é produzida pela queima do bagaço e da palha da cana-de-açúcar, materiais com alto poder carburante. Além de ser auto-suficiente em energia elétrica, a companhia vende o excedente ao mercado livre.

Além das vendas em leilões do Governo e, recentemente, ao Grupo Rede, a Cosan, por meio da subsidiária Centroeste, foi vencedora do 7º Leilão de Energia Nova, realizado dia 30 de setembro. Com isso, a unidade Paraúna, que está sendo instalada em Goiás, fornecerá energia por um período de 15 anos, a partir de 2013. O contrato tem valor de R$ 670 milhões.

X