Copersucar agora é Sociedade Anônima e líder do setor

A Copersucar, que engloba 33 usinas localizadas em São Paulo, Minas Gerais e Paraná, tornou-se ontem (1º) a maior empresa do setor sucroalcooleiro do País, ao se tornar uma sociedade anônima controlada pela holding Produpar. A nova empresa, que detém 14% da comercialização de açúcar e 14% da oferta de álcool no Brasil, planeja alcançar 30% da fatia desse mercado em 2018.

Os acionistas da nova empresa são os mesmos produtores de açúcar e álcool que integram a Cooperativa de Produtores de Cana, Açúcar e Álcool do Estado de São Paulo. A estrutura operacional da cooperativa será mantida e a Copersucar S.A. terá exclusividade na comercialização de 100% da produção.

As usinas integrantes da Copersucar processam atualmente 70 milhões de toneladas de cana por safra. Em 10 anos, o grupo pretende esmagar 200 milhões de toneladas, quase o triplo da capacidade atual.

Na safra 2008/09, a empresa prevê a comercialização de 4,3 milhões de toneladas açúcar, 22% a mais do que no ano passado. A produção de etanol deve alcançar 3,8 bilhões de litros, aumento de 18% em relação à 2007/08. O faturamento previsto para esta safra é de R$ 5,7 bilhões, um crescimento de 28% em relação aos R$ 4,5 bilhões do ciclo anterior.

A Copersucar também pretende ampliar a compra de açúcar e álcool de produtores independentes para vender aos mercados doméstico e externo. Na atual safra, este negócio representa cerca de US$ 200 milhões, com a venda de 590 mil toneladas de açúcar e 40 milhões de litros de etanol. A empresa estima que esse volume vá dobrar em 2009/10.

Exportação

O grupo estima exportar, nesta safra, aproximadamente 3 milhões de toneladas de açúcar, 25% a mais do que em 2007. Os envios de etanol ao mercado externo devem alcançar 1 bilhão de litros, 50% a mais do que na safra passada.

A Copersucar negocia 5% de todo o açúcar comercializado no planeta. Os principais mercados estão na Europa, Ásia, África, Oriente Médio e Canadá.

A empresa mantém um escritório de venda e tanques em Roterdã, na Holanda, por onde exporta etanol para 10 países da Europa. Nesta safra, o mercado europeu deve comprar cerca de 300 milhões de litros de álcool carburante. Com tanques em Houston e Nova York, a empresa venderá cerca de 600 milhões de litros para a América do Norte.

O grupo também exporta etanol para Índia, Coréia, Nigéria e países do Golfo Pérsico, além do Japão, com quem a empresa fechou este ano um contrato de longo prazo para fornecimento anual de 200 milhões de litros de álcool.

Diretoria

A Copersucar S.A. é presidida pelo executivo Luis Roberto Pogetti , com experiência no Banco do Brasil, Sharp e Samsung. A diretoria é formada por Aloísio Nunes de Almeida, Marcos Tadeu de Oliveira Andrade, Maurício de Mauro, Paulo Roberto de Souza e Soren Hoed Jensen.

O conselho administrativo será comandado pelo último presidente da Cooperativa, Hermelindo Ruette de Oliveira. O empresário Carlos Dinucci será o vice. O conselho será formado ainda por Alexandre Pirillo Franceschi, Antonio José Zillo e Clésio Antonio Balbo.

X