Consumo anual de etanol cai pela primeira vez desde 2003

O consumo de combustíveis no país cresceu 8,4% ano passado, na comparação com 2009. Porém desde 2003, o consumo do etanol não apresentava queda anual como aconteceu em 2010, segundo informações divulgadas ontem (15) pela ANP – Agência Nacional do Petróleo.

O diretor da ANP, Alan Kardec, afirma que a queda de 2,9% na demanda por etanol foi resultado da crise que atingiu o setor, tanto no clima como na alta nos preços do açúcar no mercado internacional. Os dois fatores fizeram que o etanol ficasse mais caro e o consumidor acabasse optando pela gasolina. “A queda do álcool se deve à conjuntura internacional, com uma demanda maior por açúcar. Teve a Índia, com uma demanda maior pelo segundo ano consecutivo, por conta da seca. E há uma movimentação natural do mercado de mudar a produção de etanol para o açúcar”, afirma.

Kardec acredita que o consumo de combustíveis continuará forte neste ano, com uma alta de 7% no consumo, apesar da redução do ritmo de crescimento da economia.

X