Confira resultados financeiros da Cosan no primeiro trimestre. E os comentários do CEO da empresa

JornalCana apresenta a seguir resultados financeiros da Cosan no primeiro trimestre de 2018. As informações são comparadas ao desempenho da companhia sucroenergética nos primeiros três meses de 2017.

A Cosan controla empresas e é sócia em 50% da Shell na joint venture sucroenergética Raízen, com 26 unidades produtoras.

Confira também comentários de Marcos Marinho Lutz, CEO da Cosan

Informações financeiras 

Desempenho da Raízen Energia:

O EBITDA ajustado do 1T18 atingiu R$ 1,0 bilhão (+8%), impulsionado pela expansão do volume
vendido de todos os produtos, com maior participação de produtos próprios no mix de vendas.

A moagem da safra 2017/18 foi de 61,2 milhões de toneladas de cana (+3%), das quais cerca de 500 mil toneladas foram colhidas em março de 2018.

O índice de produtividade do canavial atingiu 9,8 Kg de ATR/hectare (-5%), efeito da menor concentração de chuvas no período. Ainda assim, a produção de açúcar equivalente foi 6% maior em relação à safra
anterior e o mix de produção foi de 55% para açúcar (57% na safra 2016/17), reflexo da constante análise de
rentabilidade por produto.

O EBITDA ajustado da safra 2017/18 foi de R$ 4,1 bilhões (+11% versus a safra 2016/17),
impactado pelo maior volume de vendas, principalmente etanol e bioenergia.

As opiniões do CEO da companhia:

“Será que fomos muito otimistas?

As incertezas relacionadas à próxima eleição permanecem em razão do número de candidatos possíveis. O cenário internacional parece menos favorável aos mercados emergentes, com a possibilidade de aumento dos juros
nos Estados Unidos para conter inflação, o que fortalece a moeda americana.

No Brasil, a taxa de desemprego permaneceram elevadas e o ritmo da recuperação econômica parece ter diminuído um pouco neste primeiro trimestre do ano. Fomos mais cautelosos ao estabelecer nossas metas para 2018. Desta forma, seguimos confiantes na entrega dos resultados.

Nosso portfólio segue entregando crescimento de EBITDA em todos os negócios. A consistência da estratégia adotada pela Raízen Combustíveis se provou vencedora num trimestre onde o volume de vendas ficou abaixo das expectativas. Anunciamos recentemente a compra dos ativos de downstream da Shell na Argentina, criando novas oportunidades de crescimento e captura de sinergias na distribuição de combustíveis.

A Raízen Energia encerrou a safra 2017/18 com crescimento de EBITDA ajustado com aumento das vendas e foco contínuo em eficiência operacional. Os preços de açúcar mais pressionados são um desafio, mas o compromisso de entregar retornos robustos independente do ciclo de preços se mantém inalterado.

A Comgás segue se beneficiando da recuperação da atividade industrial e com foco na conexão de novos clientes residências e comerciais, segmentos de maior margem agregada.

A expansão internacional da Moove continua contribuindo para crescimento dos volumes,
além da recuperação no mercado brasileiro. Por fim, a Rumo teve um crescimento expressivo de EBITDA nesse trimestre. O aumento de capacidade permitiu a captura de volumes sazonalmente mais altos, diluindo custos fixos e resultando em expansão de margem.

Continuamos focados em excelência operacional e redução de custos em todos os nossos negócios, preparados para
um cenário mais construtivo de crescimento no Brasil.
Reforçamos nosso compromisso de alocação de capital com objetivo de criar valor para os nossos acionistas,
primordialmente no portfólio atual. A alavancagem diminuiu nesse trimestre – a Dívida Liquida/EBITDA proforma da CZZ atingiu 2.1x (incluindo a Rumo).

O forte desempenho operacional, combinado com geração de caixa típica de final de safra da Raízen,além da entrada de caixa proveniente da venda de créditos, anunciada no trimestre passado, que fez com que a Dívida Liquida/EBITDA da Cosan S.A. atingisse 1.5x, enquanto a alavancagem da Rumo se manteve em 2.6x, conforme planejado.
Nossas empresas estão capitalizadas e bem posicionadas para seguir em frente e suportar nossa estratégia, enquanto o desempenho da CZZ segue acima do seu portfólio.”

“Enfim, 2018 está apenas começando e as incertezas continuam, mas dentro das nossas expectativas.”

 

Clique aqui para acessar as informações em PDF.

X