Condição climática dita o ritmo da safra 2014/15

Na região, 269 unidades estão moendo
Na região, 269 unidades estão moendo

No Centro-Sul, de acordo com dados divulgados pela Unica – União da Indústria de Cana-de-Açúcar, a safra 2014/15 atingiu 158,95 milhões de toneladas, valor levemente superior ao montante apurado no mesmo período de 2013 (153,33 milhões de toneladas). Na primeira quinzena de junho, depois de consecutivas baixas, o volume processado atingiu 41,47 milhões de toneladas, 16,32% acima do valor registrado no último ano.

De acordo com Antonio de Padua Rodrigues, diretor técnico da entidade, as condições climáticas tem favorecido o trabalho. “A persistência do clima mais seco desde o início da safra tem por um lado favorecido a operacionalização da colheita, mas por outro prejudica severamente o desenvolvimento da planta, intensificando a quebra agrícola”.

Ainda segundo o relatório, existem unidades produtoras que estão reduzindo o ritmo de colheita para não avançar em áreas que não atingiram o ciclo de desenvolvimento e maturação, acrescentou.

Produtividade agrícola

Com a estiagem, a produtividade agrícola da área colhida até o final de maio alcançou 78,4 toneladas de cana-de-açúcar por hectare, queda de 7,3% no comparativo com o mesmo período do ano anterior. Especificamente em maio, o rendimento agrícola atingiu 80,0 toneladas por hectare, declínio de 6,4% em relação ao mesmo mês de 2013. “A quebra de safra observada até o momento é preocupante e deverá ficar mais evidente ao final da safra”, diz Padua.

X