Com mistura do E10 em risco, atenção dos players se vira para o México

Ana Cecilia Porte Petit Anduaga, Diretora de Biocombustíveis do Ministério Mexicano de Energia (Sener)

Para os players da indústria de etanol na América Latina, o México é um país importante a ser observado agora.  Desde a aprovação inicial do E10 em Junho de 2017, o país tem estado em uma luta aquecida entre os defensores do etanol e o lobby politicamente entrincheirado do MTBE.

 Vários retrocessos, incluindo uma medida liminar emitida pela estatal petroleira PEMEX para evitar a mudança para misturas de etanol mais elevadas, assim como a limitação do uso do E10 nas cidades maiores, tem causado aos observadores o medo de um futuro sombrio para adoção do etanol no país.

 Entretanto, a maré virou. A medida liminar da PEMEX foi retirada, e agora a companhia estatal do petróleo tem a aprovação para levar a taxa de mistura até 10%. Um estudo emitido pelo Instituto Nacional de Petróleo do México (IMP) demonstrou que não existe diferença estatística no perfil das emissões do MTBE e gasolina mesclada ao etanol, significando que o E10 na Cidade do México, Guadalajara e Monterrey está potencialmente de volta. E o novo ministro de energia do México, Rocio Nahle, tem ressaltado a importância da descarbonização para o progresso do mix de energia do país.

Estes desenvolvimentos significam que esta é a hora ideal para encontrar membros da indústria do México e da comunidade internacional para discutir novas oportunidades na região.

Com este objetivo, a F.O. Licht realiza a 4ª Conferência Ethanol Latin America para reunir a mais recente inteligência de mercado, network com os principais players e descobrir novas oportunidades de negócio.

 

A Conferência apresentará palestrantes de alto perfil, dentre os quais:

–              Ana Cecilia Porte Petit Anduaga, Diretora  de Biocombustíveis, do Ministério Mexicano de Energia (Sener)

–              Rene Zacahula Dominguez, Diretor Geral, Grupo Báltico

–              Humberto Jasso Torres, Presidente Executivo, Câmara Mexicana do Açúcar

–              Benito López Martínez, Gerente Geral, Bioenergéticos Mexicanos S.A.P.I. de C.V. (Biomex)

–              Carlos Alberto Torres, CEO, Ciprof Energies

 

O evento representa uma oportunidade única para ouvir esses palestrantes e outros sobre a introdução do E10, além de novas maneiras para investimentos na região e perspectivas para o comércio internacional de etanol.

Para facilitar a participação 4ª Conferência F.O. Licht Ethanol Latin América, os leitores do JornalCana podem se inscrever com desconto de 20% através do link https://goo.gl/TJW2cc

 

X