Codistil Dedini fabrica a maior moenda do Brasil

Quando se ouve falar em extração de caldo de cana em nível industrial, certamente o assunto está associado a dois conceitos mundialmente conhecidos, que são extração por difusão (lixiviação), através de difusores convencionais ou hidrodinâmicos, ou extração por pressão mecânica através de moendas de rolos e suas derivações.

O modelo brasileiro utiliza predominantemente moendas para essa finalidade, sendo que das mais de trezentas usinas e destilarias em operação no país, apenas cinco fazem uso de difusores, mesmo assim não dispensando em cada linha de processo um ou dois ternos de moendas para secar adequadamente o bagaço.

O que se espera de um conjunto de moendas é que se processe a quantidade desejada de cana com a maior extração possível, ou seja, o processo não deve ser interrompido ou ter variações freqüentes por culpa da moenda, significando que além do aspecto operacional a questão manutenção é de suma importância relacionada às paradas imprevistas que não devem ocorrer e quando ocorrerem devem despender o menor tempo possível para a retomada do ritmo normal.

O grupo Dedini, que atua no setor sucroalcooleiro há oitenta anos, com larga experiência e tradição na fabricação de equipamentos para usinas e destilarias, já fabricou mais de 2.000 ternos de moendas que estão espalhados pelo Brasil e em alguns outros países que processam a cana de açúcar, e a maioria deles correspondem aos consagrados modelos ZF e D60.

MCD -01 traz inovações – A Codistil Dedini, do grupo Dedini, fabricante de bens de capital para diversos setores da indústria, inclusive e principalmente o sucroalcooleiro, oferece ao mercado uma nova geração de moendas, a MCD-01, que além de detalhes exclusivos incorpora as melhores características dos vários modelos de moendas desenvolvidos pela Dedini /Zanini ao longo de sua história.

O projeto dessa nova moenda, que também agrega sugestões de vários clientes e renomados consultores técnicos do setor, está sendo concebido dentro das mais modernas técnicas de engenharia, englobando ainda considerações da área fabril que visam otimizar a fabricação, montagem e manutenção dos componentes, objetivando a satisfação total dos futuros usuários.

A nova moenda MCD-01, de construção mais robusta, oferece menor custo de manutenção, além de uma excelente performance operacional, através de um balanceado equilíbrio entre capacidade de moagem e extração de caldo que proporcionam um excelente retorno de capital quando comparado com os modelos tradicionais.

Principais detalhes do novo produto

Castelo

· Triangulação ampliada, possibilitando grande variação nos diâmetros das camisas

· Construção em aço fundido

· Com base integrada e cabeçote hidráulico inclinado a 15°

Cabeçote Hidráulico

· Fixado por chavetas ajustáveis

· Pistão cromado e retificado

· Retentores em poliuretano ou couro

· Pistão com sistema compensador de esforços

Mancais

· Superior com corpo prolongado

· Refrigeração do casquilho na caixa (costas do bronze)

· Sistema de vedação total (retentores externo e interno)

Pente Superior

· Tipo L pesado oscilante

· Opção com pente auxiliar de borracha ou chapa

Cabeçotes Laterais

· Tipo articulado

· Opção com cabeçote de entrada ampliado (fixação do mancal do Rolo de Pressão)

Rodetes

· Tipo UL com têmpera superficial por indução

· Montagem a frio com chavetas

· Usinagem para descarbonetação

· Capa dos rodetes totalmente vedada

Bagaceira

· Fixada a balança através de duas linhas de parafusos

· Facilidade para executar ajustes

· Várias opções de materiais e revestimentos

Opções

· Castelo reto

· Cabeçote hidráulico tipo haste guiada

· Revestimento com aço inoxidável nas partes sujeitas a desgastes por corrosão

· Pente superior fixo ao castelo

· Casquilho especial com insertos de lubrificante sólido

· Casquilho refrigerado por serpentina interna

· Rodete TTO (têmpera total a óleo)

· Rodete com lubrificação por Spray

· Rodete fixado com anel expansivo

· Flange convencional ou fixo

· Camisas em fofo cinzento ou nodular

· Eixos preparados para qualquer tipo de acionamento (turbina / elétrico / hidráulico).

Geral

· Maiores espaços para manutenção

· C/C de castelos ampliados

· Menor quantidade de porcas e parafusos

Tamanhos x Capacidades

· 42″x78″-550 TCH 46″x84″-700 TCH 46″x90″-750 TCH 48″x90″-850 TCH

Usinas que usam a moenda MCD – 01

Usina São José da Estiva S/A A& A 42″x78″ Em operação

Nardini Agro Industrial Ltda. 42″x78″ Em operação

FBA – Franco Brasileira S/A-A & A (Us Ipaussú) 42″x78″ Em operação

Usina Zanin A&A Ltda. 42″x78″ Em fabricação

Destilaria Melhoramentos S/A 42″x78″ Em fabricação

F B Açúcar e Álcool Ltda. (Cidade Gaúcha) 46″x84″ Em fabricação

Usina Alta Mogiana S/A – A&A 46″x90″ Em fabricação (Maior Moenda do Brasil)

X