CNA elogia medidas do Plano Agrícola e Pecuário 2013/14

A presidente da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), senadora Kátia Abreu (PSD/TO), participou nesta terça-feira, 5, do lançamento do Plano Agrícola e Pecuário 2013/14 e elogiou as medidas anunciadas pelo governo. Em nota, destacou a importância das ´ações de apoio ao setor agropecuário, pois o ciclo de preços elevados das commodities agrícolas verificado nos últimos meses está perto do fim´.

A senadora comemorou a decisão do governo de elevar em 75% o montante de recursos destinados à subvenção ao prêmio do seguro rural, que passa de R$ 400 milhões para R$ 700 milhões. Ela lembrou que a alocação desse total foi uma das reivindicações apresentadas pela CNA ao governo durante a elaboração do plano.

Kátia Abreu afirmou que no Brasil apenas cerca de 10% da área plantada está segurada, ´porcentual muito inferior ao verificado nos Estados Unidos e Europa, onde o seguro rural cobre quase 90% do plantio´. Segundo a senadora, a ampliação do seguro poderá atrair mais investidores para o setor produtivo, ´pois o risco da atividade será reduzido´. A meta, acrescentou, é ter em 2015 mais da metade da área cultivada segurada.

A senadora disse que a linha de crédito para a construção de novos armazéns também foi bem recebida pelo setor. Ela argumenta que os financiamentos concedidos até agora tinham juros, prazos e carências inadequadas. ´Diante dos problemas de infraestrutura, o governo aceitou a proposta da CNA e alterou as regras dos empréstimos´, declarou, lembrando que o governo disponibilizará R$ 25 bilhões para a construção de armazéns privados no País nos próximos cinco anos, sendo R$ 5 bilhões na safra 2013/2014, com prazo de 15 anos para pagamento e juros de 3,5% ao ano.

A presidente da CNA ressaltou, no entanto, que é preciso melhorar a eficiência bancária e agilizar a regulamentação das medidas anunciadas, para garantir que os produtores rurais possam acessar os financiamentos prontamente. A CNA convocou para o lançamento do plano de safra presidentes de federações estaduais de agricultura e pecuária e de mais de 500 sindicatos rurais de todas as regiões do País, que lotaram a solenidade no Palácio do Planalto.

X