Chuvas interrompem safra e preço do anidro sobe mais de 5% em uma semana

Etanol em carregamento em usina (Foto: Unica/Divulgação)
Etanol em carregamento em usina (Foto: Unica/Divulgação)

Os preços (sem impostos, a retirar) do etanol anidro para as usinas do estado de São Paulo estão 5,1% mais caros. Segundo levantamento do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), da Esalq/USP, entre 30/05 e 03/06 o litro do hidratado fechou a R$ 1,7007.

O hidratado também computa alta.

Segundo o Cepea, que produz indicador semanal, o anidro combustível fechou a R$ 1,5334 litro (sem impostos, a retirar), elevação de 2,6% em relação à semana anterior.

 

Leia também: Chuva paralisa safra na maioria das usinas

Chuva prejudica usinas do Centro-Sul e ‘ajuda’ as do Nordeste

Sem colheita

Pesquisadores do Cepea indicam que a colheita de cana e as atividades de moagem têm sido interrompidas em diversas regiões do estado de São Paulo, em decorrência das chuvas.

Assim, sem produto para ofertar, parte das usinas não entra no mercado. Já as unidades ativas disponibilizam o volume produzido em semanas anteriores.

Do lado da demanda, distribuidoras estão ativas nas compras do etanol, visando abastecer seus estoques e evitar pagar preços ainda maiores nas próximas semanas.

X