Chineses assinam acordo técnico em biocombustíveis em SP

A Secretaria de Agricultura de São Paulo assina hoje acordo de cooperação técnica com representantes da Comitiva da Província de Henan, uma das maiores da economia chinesa. O acordo permitirá que o Centro de Cana, ligado ao Instituto Agronômico (IAC), troque informações, receba visitas e realize treinamentos com pesquisadores chineses. Da mesma forma, pesquisadores do instituto paulista poderão obter informações na área de biocombustíveis daquela província.

A pesquisa paulista na área de cana já desenvolve parcerias com vários países, com destaque para México, Angola e Moçambique.

O Centro de Cana, localizado em Ribeirão Preto e com unidades de pesquisa espalhadas por São Paulo e outros Estados, já lançou cerca de 15 variedades de cana nos últimos dez anos. O instituto também realiza um trabalho para cana adaptada ao corte mecânico, menor utilização de água e defensivos.

A província de Henan tem cerca de cem milhões de habitantes. A comitiva chinesa está no país desde ontem, dia 3, e permanece até amanhã. O grupo já agendou visitas à União da Agroindústria da Cana-de-Açúcar (Unica), ao IAC, em Campinas, e em empresas da região de Piracicaba.

X