Cepal inicia reunião no Brasil para discutir globalização na AL

A Cepal (Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe), organismo das Nações Unidas que reúne 48 países, abriu hoje um encontro sobre os efeitos da globalização na região, criticando o formato atual dos empréstimos do FMI (Fundo Monetário Internacional) no socorro às crises financeiras. Segundo a Cepal, não existe um regime financeiro internacional que ajude a corrigir a instabilidade dos mercados e as diferenças entre os países desenvolvidos e em desenvolvimento.

“O sistema financeiro internacional não dispõe de instrumentos apropriados para enfrentar as crises”, diz o documento “Globalização e Desenvolvimento”, base das discussões do 29º encontro da Cepal que acontece nesta semana em Brasília. (Folha de S. Paulo)

X