Cenário favorável faz cana avançar sobre pastagem no oeste de SP

Criador de gado na região de Araçatuba desde 1960, Alfredo Ferreira Neves Filho se rendeu à cana-de-açúcar. Este ano, deve colher entre 30 mil e 40 mil toneladas do produto, plantadas em metade dos seus 1,4 mil hectares que até dois anos atrás eram tomados exclusivamente pelo pasto.

“É uma questão de rentabilidade. O setor sucroalcooleiro está em franco desenvolvimento, não tem como não apelar a ele”, afirma o produtor, que na década de 80 já havia enveredado pelos caminhos da cana mas resolveu abandonar o produto com a derrocada do Proalcool.

Ferreira diz que obtém uma renda de aproximadamente 500 reais por hectare de cana, com uma rentabilidade 30 por cento maior que a conseguida na pecuária. Além disso, os riscos são menores.

“No boi o investimento é maior, existe dificuldade de reposição em São Paulo e você nunca sabe para quem vende, se vai receber. Já na cana não há risco nenhum. Com um papel da usina você consegue qualquer coisa”, afirma Ferreira, referindo-se à facilidade de crédito em bancos.

“Não largo o rabo do boi, que foi ele que me levou para frente, mas tenho planos de expandir mais a área de cana”, acrescenta o produtor, que está com 72 anos.

O caso de Ferreira ilustra um movimento amplo que ocorre no oeste do Estado de São Paulo, impulsionado nos últimos dois anos pela valorização do açúcar e do álcool, num momento de crise para a pecuária.

A expansão do plantio de cana sobre o pasto é acompanhado por um boom de projetos na área industrial sucroalcooleira. A Usinas e Destilarias do Oeste Paulista (Udop), associação que congrega 32 usinas da região, estima em 1 bilhão de reais os investimentos anunciados nos últimos meses, na expansão de unidades, retomada de usinas paradas e em novas instalações.

“Há muita área disponível (nesta região), mais barata que a de outras áreas produtoras como Ribeirão Preto, além de bom clima e boa produtividade”, afirmou Eduardo Pereira de Carvalho, presidente da União da Agroindústria Canavieira de São Paulo (Unica).

X