Cargill vai investir R$ 350 milhões em nova fábrica de ingredientes de milho

A Cargill anunciou ontem que vai investir R$ 350 milhões na construção de uma nova fábrica no Brasil para a produção de ingredientes à base de milho, como amidos e adoçantes. De acordo com a empresa, a intenção, com a nova planta, é acompanhar o crescimento da demanda por esses ingredientes no país.

A unidade, cujo local de construção ainda está indefinido, representará um aumento de 30% na capacidade de moagem de milho da empresa na América do Sul. Deve entrar em operação em 2013. A Cargill está avaliando três Estados – cujos nomes não divulga – para instalar a unidade. A decisão sobre a localização da nova planta deve sair ainda neste trimestre, informa a empresa.

A multinacional americana já tem uma unidade de produção de ingredientes industriais e alimentícios à base de milho em Uberlândia (MG), onde concluiu, em março de 2010, uma ampliação de 70% da capacidade. O investime nto na expansão foi de R$ 197 milhões e incluiu a construção de um sistema de cogeração para a produção de energia elétrica a partir de biomassa.

Recentemente, a Corn Products, que também atua na produção de ingredientes à base de milho, anunciou investimentos de R$ 170 milhões para aumentar sua capacidade de processamento de milho, ampliar linhas de produção e desenvolver novos ingredientes no Brasil.

Gonzalo Petschen, da unidade de negócio amidos & adoçante América do Sul da Cargill, diz, em comunicado, que a parceria com clientes no Brasil e o aquecimento do mercado doméstico foram determinantes para o investimento na nova fábrica de processamento de milho.

Os ingredientes à base de milho são utilizados na indústria de alimentos e também nas de papel e nutrição animal.

Segundo a Cargill, a nova fábrica poderá ter, além dos ingredientes derivados de milho tradicionais, uma linha dedicada a novos ingredientes produzidos a partir da matéria-prima.

X