Cana faz Adecoagro crescer EBITDA ajustado em 49%

A cana-de-açúcar e produtos sucroenergéticos estão entre os principais responsáveis para a Adecoagro S. A. registrar alta de 42,3% no EBITDA Ajustado do quarto quadrimestre de 2016 (4Q16), na comparação com o mesmo período de 2015.

No 4Q16, a Adecoagro, que tem sede em Luxemburgo e controla três unidades produtoras no Brasil, apurou EBITDA ajustado de US$ 113,8 milhões, contra US$80 milhões no 4Q15.

Seca e produtividade

O peso da cana e de produtos sucroenergéticos foram prioritários no resultado do 4Q16. Conforme a Adecoagro, a combinação de tempo seco, disponibilidade de cana e eficiência operacional permitiu que as unidades do grupo moessem 3,1 milhões de toneladas, 73% acima da moagem do 4T15.

Além disso, a produtividade melhorada da cana resultou em um aumento de 1,8% por hectare de cana.

Os fatores positivos, conforme a companhia, contribuíram para um crescimento significativo tanto na produção como nos volumes de vendas e na diluição dos custos fixos.

Performance da Adecoagro: