Cade condena cartel de combustíveis em Goiás

O Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) puniu ontem o Sindiposto (sindicato dos postos de combustíveis do Estado de Goiás) por formação de cartel na cidade de Goiânia. Essa foi a terceira vez na história do Cade que um setor foi punido por formação de cartel. O Sindiposto foi multado em R$ 190 mil e impedido de parcelar tributos federais e de receber incentivos fiscais. No julgamento, os conselheiros avaliaram que a entidade vinha recomendando preços e margens de revenda para seus filiados. Além disso, estabelecia datas e índice para reajustes de preços. O presidente do sindicato, José Batista Neto, foi multado em R$ 95 mil por influenciar a adoção de conduta comercial uniforme entre os postos sindicalizados. Neto disse que não se manifestará até ser informado oficialmente sobre a decisão do Cade. (Folha de SP)

X