Bunge exporta 41,6 mil m3 de etanol em um único navio

buA Bunge Brasil exportou 41,6 mil metros cúbicos (m3) de etanol hidratado em um único navio pelo Porto de Paranaguá (PR) no mês de junho.

Segundo a empresa de agronegócio, trata-se da maior operação de exportação de etanol realizada até hoje por ela no país e um recorde para o Porto de Paranaguá, que desde 2009, não registra um carregamento desse volume do produto.

O navio, de bandeira maltesa seguiu para o mercado indiano e levou quatro dias para o carregamento total.

O etanol exportado será usado como matéria prima na produção de químicos, para composição de tintas, concreto e fertilizantes.

“A Bunge coordenou com eficiência toda a operação logística. Trata-se de uma operação complexa, que envolve alinhamento com parceiros, desde a saída do produto das usinas, passando pela organização do fluxo de caminhões tanque, até o carregamento do etanol no navio, cuidando para que não ocorra atrasos e consequente impacto nos custos”, explica Ricardo Carvalho, diretor comercial de Açúcar & Bionergia da Bunge Brasil, em relato para a imprensa.

Leia também: Bunge tem prejuízo de US$ 14 milhões com açúcar e energia

 

O produto utilizado nessa operação foi produzido pelas usinas da Bunge em Moema, Guariroba e Ouroeste, localizadas no interior de São Paulo, e a quantidade exportada corresponde a 900 caminhões tanques.

“Boa parte do etanol fabricado nas usinas da Bunge no Brasil é comercializado no mercado interno. A exportação só acontece quando há uma janela de oportunidade, que foi o caso desta grande operação”, conclui Carvalho.

 

X