British Petroleum propõe redução de tarifa para etanol de cana

A British Petroleum (BP), segunda maior empresa petroleira da Europa, defende a redução da tarifa e outras barreiras comerciais para estimular as importações de etanol de cana-de-açúcar. A União Européia cobra atualmente € 0,19 por litro de etanol importado.

A BP é sócia majoritária (50%) na brasileira Tropical BioEnergia, junto com os grupos Santelisa Vale (25%) e Maeda (25%). A petroleira britânica investiu US$ 796 milhões no negócio, em junho deste ano.

Em setembro, iniciou suas atividades industriais, com a expectativa de moagem 720 mil toneladas de cana-de-açúcar na safra 2008/09, produzindo açúcar e álcool, anidro e hidratado, desde o primeiro ano de processamento. A planta tem capacidade diária para processar até 12 mil toneladas, realizado através do processo de difusão.

X