“Brasil tem como atenuar superávit global de açúcar”, diz executivo da Atvos

Marcelo Mancini, vice-presidente comercial da Atvos, afirmou que o Brasil tem condição de atenuar o superavit global de açúcar dessa safra global por conta do seu grande mercado de etanol.

A afirmação, feita em 09/05 durante palestra no ISO Datagro Sugar & Ethanol, em Nova Iorque, está aliada, segundo ele, à alta flexibilidade de produção e dos diferenciais competitivos criados pelo setor sucroenergético ao longo dos anos. “O Brasil é o único país no mundo com veículos flex fuel e mistura de 27% de anidro”, lembrou.

“A vantagem competitiva que temos em relação a outros países produtores de açúcar é muito grande. Nossas unidades agroindustriais têm grande flexibilidade de produção, podendo alterar o mix entre açúcar e etanol, adequando-se às necessidades do mercado e maximizando a rentabilidade do setor”, relatou. “No entanto, o grande volume de produção em países com altos subsídios está alterando o cenário de competitividade.”

X