Brasil não precisa de apoio para tratar da sua dívida, diz Malan

O ministro Pedro Malan (Fazenda) disse hoje que o Brasil não precisa de apoio para tratar de sua dívida. Malan fez a afirmação após ser questionado sobre a proposta do megainvestidor George Soros de o Brasil receber um apoio dos quatro maiores bancos centrais do mundo para renegociar e garantir o pagamento da dívida. “Não é necessário. Não precisamos de apoio’, disse ele, acrescentando que Soros não fez uma proposta e que houve apenas uma conversa. Para o ministro, o Brasil já conta com apoio internacional. Ele citou como exemplo o FMI (Fundo Monetário Internacional), Casa Branca e G-8 (grupo dos sete países mais industrializados do mundo mais a Rússia). (Folha de SP)

X