Brasil ´luta´ contra a aftosa

Os laboratórios brasileiros comercializaram mais de 154 milhões de doses para campanha de vacinação contra febre aftosa, realizada em maio a primeira quinzena de junho em algumas regiões. Os dados são do Sindan – Sindicato Nacional da Indústria de Produtos para Saúde Animal.

De acordo com a assessoria de imprensa da entidade, que reúne os laboratórios veterinários do País, foram comercializados ´número superior a 154 milhões de doses de vacinas para atender o ponto alto da campanha oficial de vacinação no primeiro semestre no estado do Acre, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraná, Piauí, São Paulo, Sergipe e Tocantins, além do Distrito Federal. No ano passado, até 30 de junho, haviam sido comercializadas 152,8 milhões de doses.

Emílio Salani, presidente do Sindan, informa que a campanha oficial foi encerrada, mas os números devem ser ainda maiores em função da prorrogação nas vendas de doses no estado do Pará.

A assessoria de imprensa garante que nesse primeiro semestre de 2003, as indústrias também exportaram 8,1 milhões de doses de vacinas contra aftosa, principalmente para Paraguai, Uruguai e Bolívia.

Para a segunda fase do Programa Nacional de Erradicação da Febre Aftosa entre julho e dezembro, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento estima consumo de 175,5 milhões de doses.

X