Brasil e União Européia vão rachados à cúpula do Rio

A UE (União Européia) e o governo brasileiro chegarão com posições absolutamente divergentes à reunião do dia 23, no Rio de Janeiro, destinada a discutir o futuro da negociação entre o Mercosul e os europeus para uma ampla liberalização comercial.

Os chanceleres do Mercosul já receberam carta dos comissários (espécie de ministros) europeus para Comércio (Pascal Lamy) e para Relações Exteriores (Chris Patten), na qual tentam “partilhar algumas idéias consideradas úteis para a organização das discussões no dia 23”.

Hoje, o ministro brasileiro Celso Lafer encaminha a sua resposta (a ser também enviada a seus pares dos países integrantes do Mercosul), na qual as “idéias úteis” diferem substancialmente da proposta européia. (Folha de SP)

X