BNDES financiará dois projetos de geração de energia

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) está financiando dois projetos, com recursos de R$ 89,1 milhões do Programa de Apoio a Empreendimentos de Cogeração de Energia Elétrica em Usinas de Álcool e Açúcar, destinados à Usina Barra Grande de Lençóis (SP) e à Goiasa- Goiatuba Álcool Ltda (GO).

Segundo informação dada hoje, no Rio, pela gerência de Imprensa do BNDES, além de apresentarem seus planos de ampliação da produção de energia, essas empresas também se comprometeram a fazer investimentos para promover a inclusão social, o que atende às diretrizes estabelecidas pela nova direção do BNDES, que visa ampliar os efeitos sociais dos empreendimentos apoiados pelo Banco.

O financiamento de R$ 49,2 milhões do BNDES para a Usina Barra Grande de Lençóis Ltda, corresponde a 71% do investimento total que já está sendo realizado para ampliar a capacidade de produção de energia dos atuais 27,7 MW para 58,6 MW. A produção de energia é feita a partir da queima do bagaço da cana-de-açúcar e o projeto apoiado pelo BNDES prevê redução de 87% da emissão de poluentes para a atmosfera. O crescimento da produção energética permitirá que a usina venda mais 125 mil MWh por ano, contribuindo para os esforços que visam dotar o país de fontes alternativas de energia elétrica.

O projeto da Usina Goiasa-Goiatuba Álcool Ltda ampliará sua capacidade de produção de energia dos atuais 6 MW para 36 MW, dos quais 26 MW serão destinados à comercialização externa. O financiamento do BNDES, no valor de R$ 39,9 milhões, corresponde a 80% do total do investimento no projeto, que ainda prevê a implantação de uma subestação e de 40 km de linhas de transmissão, interligando a usina ao sistema elétrico de Goiás.

X