BNDES aprova crédito de R$ 205 milhões para agroindústria do oeste paulista

Ele prevê a criação de 1.500 empregos diretos (sendo mais de 80% na área agrícola) e utilizará 100% de cana própria, no regime de parceria com produtores da região. Segundo ainda o BNDES, na primeira safra (2009/2010), será produzido somente etanol, mas a partir da safra seguinte, terá início a produção de açúcar e energia para comercialização. Na avaliação do banco de fomento brasileiro, entre os méritos do projeto, destaca-se o foco em etanol e co-geração de energia, “em um momento em que a busca por fontes renováveis de energia e o aumento da demanda por etanol possuem perspectivas positivas nos mercados doméstico e internacional”.

X