Bioenergética Aroeira fará açúcar a partir de 2017, diz Maurílio Biagi Filho

Biagi (segundo a partir da esquerda) com o governador Geraldo Alckmin, na Fenasucro
Biagi (terceiro a partir da esquerda) com o governador Geraldo Alckmin, na Fenasucro

A Bioenergética Aroeira, com unidade produtora de etanol em Tupaciguara (MG), também produzirá açúcar a partir da safra 2017/18.

A informação foi divulgada para o Portal JornalCana pelo empresário Maurílio Biagi Filho, diretor da Maubisa, empresa que é sócia da companhia sucroenergética.

Segundo Biagi Filho, a equipe de gestores da Aroeira está na fase de procedimentos para definir volume do adoçante a ser produzido a partir da próxima safra.

O empresário falou com o Portal JornalCana na abertura da feira Fenasucro, em Sertãozinho (SP), no fim da manhã de terça-feira (23/08).

Leia também: 3 resultados financeiros da Bioenergética Aroeira

A Aroeira nasceu em 2008 a partir dos investimentos de três grupos: a Maubisa, a Perplan (focada até então em obras de construção para o setor sucroenergético) e o Saci, que atua na atividade agrícola desde a década de 1960 e possui áreas em cana-de-açúcar, milho, soja e gado no estado de São Paulo e Triângulo Mineiro.

O foco da companhia sucroenergética passou a ser a produção de etanol e de bioeletricidade. Em 2011, passou por transformação societária e tornou-se a Bioenergética Aroeira S. A.

 

 

 

 

 

X