BID avalia financiar a Usina Batatais

O Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) está avaliando um financiamento de R$ 104 milhões para a Usina Batatais S.A., que tem duas usinas no Estado de São Paulo. A companhia pretende renovar aproximadamente 48,6 mil hectares de área de cana-de-açúcar e investir em melhorias tecnológicas na indústria, para aumentar a produção de açúcar cristal e de etanol anidro.

O projeto todo da Usina Batatais está orçado em R$ 588,66 milhões. Além dos recursos do BID, de R$ 104 milhões, a empresa também está pleiteando R$ 154 milhões de linhas do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

No escopo do projeto ainda está previsto o desenvolvimento de uma área de reflorestamento de 1,480 mil hectares. Os investimentos estão previstos para ocorrer entre 2013 e 2017.

Sócia da Copersucar, a maior comercializadora de etanol e açúcar do país, a Usina Batatais S.A tem as filiais Batatais, localizada em município de mesmo nome e a Lins, instalada no município de Lins. Na safra 2012/13, a unidade de Batatais – com capacidade instalada para 4 milhões de toneladas – processou 3,5 milhões de toneladas e a de Lins – com capacidade para 2,5 milhões de toneladas – moeu 1,4 milhão de toneladas da matéria-prima.

Até então produtora de etanol, a usina Lins começou na última safra a fabricar também açúcar, operação financiada pelo BNDES. O novo projeto, que busca recursos no BID e no banco de fomento brasileiro, visa instalar uma coluna de destilação para produzir nessa unidade também o etanol anidro.

Na unidade de Batatais, esse projeto novo visa alterar a produção de açúcar, atualmente de açúcar bruto (VHP), para açúcar cristal. O financiamento pleiteado nas instituições contemplam o plantio de cana nas unidades para os próximos dois anos. Procurada, a Usina Batatais S.A. preferiu não comentar. (FB)

X