Austrália libera relatório sobre produção mundial de açúcar

Produção mundial
O recém publicado relatório do ABARES- Departamento de Agricultura Australiano, (Australian Bureau of Agricultural and Resource Economics and Sciences) baixou as expectativas para a produção mundial de açúcar para a safra de 2014/15. O Departamento espera que o mercado tenha uma baixa de 2,8 milhões de toneladas, fechando em 179,9 milhões de toneladas em 2014/15, acabando com previsões de um pequeno aumento na produção. “A queda na produção mundial é reflexo principalmente, dos 38 milhões de toneladas a menos na estimativa de produção brasileira, causadas pela seca na região do Centro Sul do país”, de acordo com o relatório da ABARES.
Brasil
O relatório também aponta uma pequena queda na proporção de cana-de-açúcar brasileira que se transforma em etanol. No entanto, a quantidade de cana destinada à produção de etanol ou açúcar vai variar conforme a usinas.
Tailândia
ABARES descartou previsões para um aumento da produção na Tailândia, o segundo maior exportador depois do Brasil, onde projeções apontam para uma queda de 700.000 toneladas fechando em um produção de 10,9 milhões de toneladas, o que reflete uma queda de 5% no plantio de cana-de-açúcar.
China
Na China, um dos maiores importadores, o setor também não terá aumento de produção interna fechando em 14 milhões de toneladas, em resposta aos preços baixos do açúcar doméstico.
“Os agricultores chineses estão trocando a cana-de-açúcar e beterraba por culturas alternativas, como a mandioca, legumes e arroz, buscando melhores retornos”.
X