Aumento de barreiras de proteção ameaçam o etanol

O crescimento das barreiras de proteção de mercado são uma ameaça também para o etanol brasileiro. O alerta é do diretor gerente da consultoria alemã F. O. Lichts, Christoph Berg, em entrevista concedida ao JornalCana durante o evento Ethanol Latin America, realizado pela empresa nos dias 07 a 09 de dezembro na Cidade de Guatemala.

JornalCana – Em sua apresentação o senhor destaca riscos para o etanol. Como assim?

Christoph Berg – No geral a perspectiva para a indústria mundial do etanol está bastante calma. Há poucos fatores a serem considerados que podem ameaçar essa perspectiva. Entre esses o mais importante é o aumento das barreiras de proteção implantadas mundo afora.

Fale mais a respeito, por favor.

Neste aspecto, deve-se considerar o fato de que a indústria do etanol como um todo perderá sua flexibilidade se mais e mais barreiras comerciais forem erguidas ao redor do mundo.

Leia a entrevista completa, clicando aqui.

X