Asplan conclui melhorias na Estação de Camaratuba, na Paraíba

A Asplan (Associação dos Plantadores de Cana da Paraíba) comemora hoje (28), a partir das 9h, a conclusão das obras de reformulação da Estação Experimental de Camaratuba, onde são realizadas pesquisas e produção de insumos biológicos para uso na lavoura de cana-de-açúcar.

Laboratório de vespas, almoxarifado, escritórios, micoteca, refeitório, além das salas de preparação, dieta, crisálida, descarte, inoculação e germinação foram reformados e modernizados, com novas pinturas, mobiliário, instalações elétrica e hidráulica, utensílios e placas de sinalização.

A reforma foi orientada após a implementação dos princípios 5S (Organização, Ordenação, Limpeza, Saúde e Disciplina), sob a coordenação da consultora de Qualidade e Produtividade, Ana Paula Mendonça Barros. “Foram realizadas melhorias na estrutura física e também no aspecto comportamental dos funcionários, através de vários treinamentos direcionados.

Ao longo do trabalho, foram apresentados relatórios com registros fotográficos do cronograma de atividades desenvolvidas. As atividades foram acompanhadas pela diretoria da Asplan e pela gerente administrativo-financeira da entidade, Hedionara Kiony da Silva Vieira.

“No local, foi feito todo um trabalho de qualidade nos seus diversos ambientes, focado em melhorias na estrutura física e também no que se refere ao conforto dos nossos funcionários”, enfatizou Kiony.

A estação, situada na BR 101, próximo à entrada para o município de Mataraca, conta com um engenho piloto, além de funcionar como posto meteorológico e campo para plantio de cana-semente. O local é mantido pela Asplan, através de convênios com o Ministério da Agricultura (Mapa), o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) e a Secretaria do Desenvolvimento da Agropecuária e da Pesca (Sedap).

X