Após recuo da Cosan, sucroalcooleiras reportam lucro no 4º tri

Os grupos sucroenergéticos Guarani/Tereos e São Martinho — que estão entre os cinco maiores produtores de açúcar e etanol do Brasil — registraram aumento no lucro líquido de, respectivamente, 921,4% e 132%, de outubro a dezembro em relação ao mesmo período de 2009.

Na semana passada, a Cosan — maior produtora de açúcar e etanol do país — anunciou queda no lucro líquido de 83,3% no período, fechando a R$ 27,9 milhões. Uma das causas foi a perda de produtividade com a estiagem, além de ajustes financeiros em relação a 2009.

O volume obtido pela Guarani/Tereos alcançou R$ 143 milhões, ante os R$ 14 milhões do exercício anterior. A São Martinho, por sua vez, obteve lucro líquido de R$ 53,8 milhões. No acumulado do ano, o valor é de R$ 123,4 milhões, um aumento de 70,7% em relação a 2009.

O aumento da Guarani/Tereos ocorreu, segundo o CEO da empresa, Alex is Duval, por causa das três novas aquisições de usinas (Vertente, Mandu e Quartier Français, no Oceano Índico) e da alta no preço brasileiro do açúcar e o consequente aumento da produção.

No caso da São Martinho, o aumento de 19,5% nas vendas de açúcar e alta nos preços de etanol e açúcar impulsionaram o crescimento. “Não fomos afetados pela estiagem, e isso contribuiu para a produtividade”, disse o gerente financeiro da empresa, Felipe Vicchiato.

X