ANP vai regular etanol

A ANP vai enviar ao MME uma proposta para formalizar a agência como regulador para o setor de etanol. A iniciativa foi discutida no encontro que a agência promoveu com agentes de mercado em Búzios na semana passada e aprovada por entidades como a Unica e o Sindicom. Segundo o diretor Allan Kardec Duailibe, a área de etanol precisa de um regulador único. “Hoje a regulação é feita por vários ministérios e não existe interlocutor único como existe na cadeia de combustível”, afirma ele.

O diretor acredita que a medida vai ajudar a reduzir um dos grandes problemas do setor, a sonegação de impostos. “Hoje nós não podemos atacar a sonegação de impostos porque não regulamos a produção e não temos acesso ao etanol da usina até a distribuidora”, completa Duailibe. O diretor afirmou que o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, já teria se manifestado a favor da idéia.

O vice-presidente do Sindicom, Alísio Vaz, também faz coro. Para ele a eficiência do mercado de etanol é prejudicada por distribuidoras oportunistas que entram e saem do mercado movimentando grandes volumes na base da sonegação. Segundo números do Sindicom, cerca de 30% do volume de etanol consumido no país passa por empresas que sonegam impostos.

X