ANP mostra que 1/3 do combustível adulterado tem preço mais alto

Uma pesquisa da Agência Nacional do Petróleo (ANP) mostra que um terço da gasolina fora de especificação vendida no País está com preço acima da média de mercado. O Boletim de Qualidade divulgado pela ANP constatou que 10,3% dos postos fiscalizados em abril vendiam gasolina fora das especificações, ou seja, com porcentuais maiores de álcool anidro ou com a adição de elementos irregulares, como solvente ou água.

Segundo a análise da Agência, a principal não-conformidade encontrada na gasolina brasileira tem a ver com a adição de álcool acima do porcentual permitido.

X