ANP aponta má qualidade do álcool vendido em SP

Cerca de 25% do álcool combustível vendido nos postos do Estado de São Paulo está fora dos padrões de qualidade da Agência Nacional do Petróleo (ANP). Desde o início do ano, a agência constatou que o percentual de álcool irregular encontrado nas bombas é mais que o dobro da gasolina – cuja taxa de adulteração é de 12%.

De acordo com o diretor da ANP, Luiz Horta Nogueira, o problema com o álcool está na qualidade do produto produzido nas refinarias. “É falta de qualidade, e esse percentual está crescendo’, afirmou. A ANP promete pressionar os produtores para que adotem um controle maior da qualidade do combustível.

Até 2001, a gasolina liderava o ranking de adulteração, com um índice de 15,4%, enquanto o álcool ficava em segundo lugar, com 14,8%. (Diário On Line)

X