ANP aponta alta de 0,24% no preço do litro de álcool na semana passada

O preço do litro de álcool combustível fechou o mês com alta de 1,41%, mas na semana encerrada no dia 1º de abril, o aumento foi de 0,24%. A constatação é de pesquisa semanal realizada pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) em quase 11 mil postos revendedores no país.

O preço médio do álcool combustível, segundo o levantamento, estava em R$ 1,981 no início do mês de março e na última semana passou a R$ 2,009. Na semana imediatamente anterior, encerrada em 25 de março, o produto era vendido a R$ 2,004, na média.

Na região Norte a pesquisa encontrou o mais alto preço médio da última semana, R$ 2,341, enquanto o Sudeste registrava o preço mais baixo, R$ 1,843.

Com relação à gasolina, o preço médio do produto caiu 0,15% entre a semana encerrada no dia 25 de março e a semana passada: de R$ 2,585 para R$ 2,581. No período, o preço mínimo de comercialização passou de R$ 2,179 para R$ 2,240, enquanto o máximo permanecia em R$ 3,300.

Apesar da alta no preço médio do álcool combustível, pesquisa realizada pelo Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea/Esalq) revela que a maior oferta do álcool hidratado nas usinas vem contribuindo para acelerar a queda no preço do combustível. Divulgada no jornal eletrônico do Sindicato Nacional das Distribuidoras de Combustíveis, a pesquisa indica que a retração no preço do álcool hidratado (combustível) chegou a 1,45% nas usinas paulistas na semana passada.

Com a queda, o preço médio apurado entre os dias 27 e 31 de março ficou em R$ 1,1958 por litro. Para o álcool anidro, que é adicionado à gasolina, o preço médio permaneceu praticamente estável, em R$ 1,2159 o litro – alta de 0,08% em relação ao período anterior.

X